Galerias modernas de solar do século XVIII revitalizam o antigo Largo do Rossio

Em março de 2016, o revigoramento da Praça Tiradentes ganhou um superfôlego com a abertura do Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro(CRAB). Desde então, o retrofitado conjunto arquitetônico onde se instalou tem sido um endereço especial. “É a grande vitrine do Rio de Janeiro para a valorização das obras artísticas regionais e um polo multicultural conectado a outros segmentos da economia criativa, como design, moda, arquitetura, literatura, audiovisual e as novas mídias”, define o presidente da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Antônio Alvarenga.

Construído no antigo Largo do Rossio, nascedouro das atividades culturais na cidade, em fins do século XVII, o ex-Solar Visconde do Rio Seco representa a mais longeva edificação da área. Abrigou, no Segundo Império, a Secretaria de Estado e dos Negócios do Interior e, após a Proclamação da República, o Ministério da Justiça até 1930. Tombado pelo Iphan e pelo Inepac, o hoje imóvel da municipalidade chama a atenção pelas elegantes linhas da fachada neoclássica, em harmônico contraste com as novas e arrojadas galerias do interior.

“O restauro e a requalificação, ao longo de dois anos, dos três prédios históricos contíguos tornaram o CRAB um lugar âncora no Corredor Cultural do Rio Antigo, ativando o comércio e o lazer através do artesanato. Pela sua importância no processo de revitalização da Praça Tiradentes, o espaço recebeu o prêmio Arquitetura de Edificações do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ) e, por duas vezes, o certificado de excelência do Trip Advisor, concedido no mundo todo a estabelecimentos do setor de turismo que prestam um serviço de alta qualidade”, ressalta Rony Oliveira, diretor-gerente da instituição.

Em seus 4,5 mil metros quadrados, o CRAB acolhe exposições de peças vindas de todo o país, oficinas, cursos, workshops, palestras, debates e shows. Os ambientes de convivência, incluindo auditório de 100 lugares, midiateca (com acervo físico e digital), praça interna e café-bistrô, foram projetados para fomentar o intercâmbio de conhecimentos, pesquisas e experimentações. E há a preocupação em manter um diálogo permanente com os
demais equipamentos culturais da região.

“É importante que as pessoas, principalmente os moradores do Rio, conheçam esse lugar tão especial para a memória da arte popular. Ao servir de canal de divulgação do artesanato brasileiro, também renovamos nossa identidade cultural a cariocas e turistas. O CRAB e a Praça Tiradentes unem lazer, história e negócios. Queremos participar ainda mais do processo de revitalização local, por meio de parcerias com os comerciantes e espaços culturais vizinhos”, adianta Rony. O entorno, composto por teatros, casas de samba, gafieiras, bares e restaurantes tradicionais, penhoradamente agradece.

Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB)
Praça Tiradentes, 69/71 – Centro
Tel.: (21) 3380-1850