Autor: Redação

Chá musical

Encenações teatrais incrementam as tardes no palacete neoclássico Filho de uma importante família de comerciantes, Demócrito Lartigau Seabra quis dar à mulher amada, Maria José, a mais bela casa do Rio de Janeiro. E deu. O palacete em estilo neoclássico francês, erigido em 1920, esbanja luxo e riqueza. Tombado pelo patrimônio municipal, foi adquirido em 2002 por Carlos Alberto Serpa de Oliveira. Logo nasceria ali a Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa, em homenagem à mãe do educador e antiquário carioca. Cada um dos amplos ambientes, com pés direitos altos, ornados por lindos vitrais, pinturas, esculturas e...

Read More

Cinturão verde

Unidade integra projeto de conexão das áreas de floresta da Baixada Remanescente de uma antiga fazenda de veraneio com produção agropecuária, o Bosque da Freguesia constitui uma das poucas reservas florestais na vasta região da Baixada de Jacarepaguá. Criada pela prefeitura em 1992, a área de proteção ambiental, com 310 mil metros quadrados, é cortada por 2,5 quilômetros de trilhas ideais para caminhadas. A “Caxinguelê”, por exemplo, faz referência à espécie de esquilinhos muito encontrada no local, entre outros mamíferos e pequenos répteis da Mata Atlântica. A vegetação, predominantemente arbórea e plantada entre fins do século XIX e princípios...

Read More

Herança Africana

Espaço de uso múltiplo mantém exposição arqueológica permanente O palacete em estilo renascentista, fundado em 1877 por D. Pedro II, sediou a primeira escola pública da América Latina. Um século depois, deu lugar à Biblioteca Popular Municipal da Gamboa, transformada, em 1986, no Centro Cultural José Bonifácio (CCJB). A instituição passaria por ampla reforma dentro do programa Porto Maravilha da prefeitura, destinado à recuperação do patrimônio artístico, histórico e cultural da Zona Portuária. Reaberto a 20 de novembro de 2013 – Dia da Consciência Negra –, o CCJB integra o Circuito Histórico e Arqueológico de Celebração da Herança Africana....

Read More

Vocação contemporânea

Irmãs clarissas vivem em reclusão monástica no alto da Gávea Primeiras religiosas a se fixarem no Brasil, vindas da região portuguesa de Évora para a Bahia nos idos de 1677, as irmãs clarissas só se estabeleceriam no Rio em 1928. Nesse ano, chegaram aqui oito monjas franciscanas provenientes da Alemanha, acolhidas, inicialmente, no Leblon, na atual Capela Santa Mônica, dos padres agostinianos. Três anos depois, seria lançada a pedra fundamental para a construção, numa colina da Gávea, do Mosteiro de Nossa Senhora dos Anjos. Na Solenidade de São José, a 19 de março do ano seguinte, celebrou-se a missa...

Read More

Elevador parorâmico

Ascensor funicular descortina amplo visual da Baía de Guanabara Um tanto oculto, verdade. Talvez por isso poucos já ouviram falar do Plano Inclinado do Outeiro da Glória na Rua do Russell, que facilita o acesso à bela igreja de mais de 250 anos. Inaugurado a 3 de fevereiro de 1944 e totalmente restaurado em 2003, o ascensor funicular descortina uma vista panorâmica da Baía de Guanabara. E a subida é grátis! Depois de se extasiar com o cenário inebriante e a riqueza do interior do santuário, vale descer a pé a ruela de paralelepípedos Barão de Guaratiba, aberta em...

Read More

Floresta urbana

Replantio de morros gerou a unidade de conservação em área residencial Aves como beija-flor, juriti, saíra, gavião-carijó e tiriba – em meio a orquídeas, bromélias, figueiras, ipês-amarelos, embaúbas e cedros-brancos – estão sempre colorindo a Reserva Florestal do Grajaú. A unidade de conservação, desde a encosta nordeste da Serra dos Três Rios até os limites do Parque Nacional da Tijuca, deve a sua criação a um pleito dos moradores. A área de 55 hectares fora transferida por uma imobiliária ao governo do estado, como pagamento de dívidas, em 1975. Três anos depois, iniciou-se um processo de reflorestamento dos morros...

Read More

Balões de ensaio

Conjunto de moradias populares replicou arquitetura dos esquimós Sabia que na Zona Norte já foi montada uma espécie de laboratório habitacional para a população de baixa renda que ficaria conhecido como os Iglus de Guadalupe? A prova inconteste está no conjunto remanescente das chamadas “casas-balão”, que chegaram a ocupar a Rua Calama de ponta a ponta, entre fins de 1940 e princípios de 1950. Em razão da Segunda Guerra, o Rio passara mais de cinco anos sem lançar moradias populares. Daí o então governo Getúlio Vargas buscou modelos construtivos que privilegiassem o melhor custo-benefício. Esse processo experimental, testado no...

Read More

Reino encantado

Gastronomia, concerto e museu com 500 réplicas em escala perfeita Um passeio único. É o mínimo que se pode dizer de uma visita ao reino encantado do Sítio São Pedro de Guaratiba. A viagem começa com um concerto de música barroca pelas mãos do maestro e anfitrião Roberto de Regina – que toca num precioso cravo, cópia fiel de um instrumento do século XVIII – na majestosa Capela Magdalena. Na sequência, os convivas se sentam à mesa para um almoço (ou jantar, a depender do agendamento) regado a bons vinhos. Após a sobremesa, café e licor em copinhos de...

Read More

Fronteiras Hispânicas

Hospitalidade ibérica é celebrada aos pés do Cristo Redentor A Casa de Espanha é a casa de todos os espanhóis, nativos ou de coração, no Rio de Janeiro. Sob este lema, ela tem mantido viva a identidade pátria no Brasil desde 1983, quando foi inaugurada na nobre presença do Rei Juan Carlos I e da Rainha Sofia. Desde então, quase todos os primeiros ministros de Estado, governadores, escritores e artistas da nação ibérica passaram pela bela edificação, com vista deslumbrante para o Cristo Redentor. Várias atividades ajudam a fomentar a tradição hospitaleira hispânica em solo carioca, como eventos culturais,...

Read More

Idade da Terra

Acervo originado no início do século XIX reconta a evolução do planeta A gênese do Museu da Geodiversidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) evoca a formação de um acervo histórico-científico iniciada com a vinda da Corte portuguesa para o Brasil. Já em 1810, a coleção de materiais trazida por D. João levaria à fundação do Gabinete Mineralógico da Academia Real Militar. Mais tarde, o conjunto passou a fazer parte do Museu de Mineralogia da UFRJ. Em homenagem aos 50 anos da criação do primeiro curso de geologia do Rio, em 2008, ele se transformou no Museu...

Read More