Escola de circo na Praça Onze atende jovens de classes populares

Uma lona na Cidade Nova, Centro do Rio, abriga uma trupe especial. A Escola Social de Circo Crescer e Viver forma artistas de excelência, trazendo uma perspectiva de futuro para jovens de comunidades populares. Já são 15 anos de referência na metodologia de circo social, chancela conquistada pela instituição junto à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

No Crescer e Viver, além de aprenderem acrobacias de solo e aéreas, malabares e equilibrismo, as crianças e adolescentes também recebem lições importantes para seu desenvolvimento humano. A metodologia de viés social é considerada uma das experiências com mais êxito entre as organizações que utilizam o circo como ferramenta de diálogo junto a jovens das classes populares no Brasil.

As aulas e oficinas trabalham as mais diferentes faces do circo, desde criação e produção de espetáculos até a formação artística, que se divide em dois programas: o Circo Social, para a faixa etária entre sete e 17 anos, e o Programa de Formação do Artista de Circo (Profac), entre 15 e 24 anos, destinado à profissionalização. Quem participa do Circo Social tem a oportunidade de aderir ao Profac e se tornar professor.

As primeiras ações da organização começaram em 2001, ainda como Escola de Circo Pequeno Tigre, na quadra da Escola de Samba Unidos da Porto da Pedra. Eram então oferecidas aulas de dança, percussão, capoeira, judô e violão, entre outras, para crianças e jovens das comunidades de São Gonçalo. O grupo responsável por esse projeto reformulou as atividades e investiu no circo social com a criação do Crescer e Viver, em 2003, já ocupando o endereço em que estão até hoje.

O processo de inscrição para as oficinas começa com o preenchimento de uma ficha da família. É traçado um perfil socioeconômico e cultural, com a ajuda de uma psicóloga e uma pedagoga que entrevistam o responsável pela criança. A equipe multidisciplinar acompanha as contribuições do circo para a vida de cada jovem, ajudando na capacidade de comunicação, convivência com pessoas diferentes e capacitação no mercado de trabalho.

Escola Social de Circo Crescer e Viver
Rua Benedito Hipólito, s/no – Praça Onze
Tel.: (21) 3972-1391