Nova geração do samba de raiz sacode a galera na Rua dos Arcos

O Samba Independente dos Bons Costumes é composto por músicos da nova geração do ritmo carioca de raiz, que começaram a se apresentar em 2015, no Araponga, um boteco pé-sujo nos arredores da Praça Tiradentes, e hoje animam o público no Paiol 08, casa anexa à Fundição Progresso, na Lapa.

Como acontece em relação à maioria das rodas do gênero, a ideia do pandeirista Pedrão era despretensiosa: juntar amigos para se divertir, tocando um pouco de tudo, de Paulinho da Viola ao conjunto Fundo de Quintal. Sempre às quintas-feiras, a roda se sustentava apenas no “chapéu”, a tradicional contribuição do público ao final de apresentações na rua.

Em pouco tempo, o grupo já atraía mais de 300 pessoas por vez, com o som rolando até as cinco da matina, para desgosto dos vizinhos. Quando o Araponga não comportava mais a plateia crescente, a roda ganhou um formato itinerante, passando pelos Centros Culturais Carioca e Ruínas, ambos também no Centro, até que o novo pouso na Lapa foi encontrado.

O encontro ficou famoso pelas canjas dos amigos – Chico Eller, Doralice, Tia Surica e Pedro Luís já cantaram com eles. Hoje, sempre na última quinta do mês, o grupo conta com uma participação especial, divulgada em sua página no Facebook (www.facebook.com/sambaindependente). A apresentação geralmente se divide em três sets, de uma hora e meia cada, levando o público, invariavelmente, a fazer coro nos pagodes antigos, que são garantia de sucesso.

Mantendo-se a proposta democrática, a entrada segue gratuita até 22h (depois desse horário, custa R$ 10). Além da alegria e da boa música, o saxofonista Reubem Neto assegura, com seu infalível bordão: faça chuva, faça sol, venham raios, trovões e mesmo o apocalipse, a única coisa certa nesse mundo é que “toda quinta-feira TEM”!

Samba Independente dos Bons Costumes
Quinta-feira, das 20h30 às 3h
Paiol 08: Rua dos Arcos, 24 – Lapa
Tel.: (21) 2524-2950