Torre em estilo art déco marca ritmo lento da Ilha de Paquetá

Réplica do relógio da Mesbla – Esquina das ruas Praia dos Tamoios e Furquim Werneck, em PaquetáUma torre quadrangular de cimento armado, com 9,45 metros de altura, similar à que constituía o famoso relógio do edifício-sede da saudosa Mesbla, no Passeio Público do Centro do Rio, foi erguida na bucólica Ilha de Paquetá, em 1965, por iniciativa da própria cadeia de lojas de departamento.

A história da réplica do relógio da Mesbla, em estilo art déco, começou quando a rede varejista — que inaugurou suas atividades em 1912, como filial de uma firma francesa, tendo falência decretada em 1999 — decidiu encaminhar à Marinha
um documento pelo qual oferecia a instalação de um farol com sirene no cais de Paquetá. É que, em algumas épocas do ano, um denso nevoeiro ameaçava a navegação rumo à ilha.

Proposta feita e aceita, iniciou-se então, no ano seguinte, a edificação da réplica da torre da fachada da empresa, inclusive com o relógio de duas faces mais a tal sirene. O equipamento ganhou o nome de “Ponta da Ribeira”, passando a emitir o característico lampejo vermelho, com duração de quatro segundos a intervalos de oito segundos, garantindo a sinalização para os mestres das barcas e demais navegantes. E segue até hoje marcando o ritmo lento da ilha, onde o tempo parece em suspensão.

Como o bairro não permite a circulação de carros, o ideal é alugar uma bicicleta na Paquetá Bike para passear na região e conhecer melhor esse paraíso. O programa pode ser fechado com chave de ouro em um dos restaurantes aconchegantes e tranquilos do polo gastronômico local, como o Quintal da Regina e o Galetinho da Ilha, xodós dos turistas.

Réplica do relógio da Mesbla
Esquina das ruas Praia dos Tamoios
e Furquim Werneck, em Paquetá