Tempero da nona em cantina comandada por uma italiana de raiz

Comida sem frescura e com gostinho da casa da vovó. O visual completa a atmosfera aconchegante: mesinhas cobertas por toalhas xadrez e uma foto em destaque da dona Anna, nascida em Ascoli Piceno (norte da Itália), que empresta o nome e garantia de qualidade à Cantina Donanna. Em clima familiar, o restaurante oferece uma boa variedade de massas. Porém, atenção, pizza não tem vez por lá!

De entrada, o pãozinho de alho sai bastante. Mas também se recomenda compartilhar o antepasto completo, que serve até quatro pessoas: berinjela ao vinagrete, salpicão de frango e de presunto, salada de atum, queijo provolone, salaminho e copa. Depois, se a fome houver sido relativamente aplacada, pode-se dividir a refeição principal com tranquilidade. Se pintar dúvida sobre qual escolher, na própria toalha de mesa figuram o desenho e o nome de todos os tipos de massa (fusilli, raviolli, paglia e fieno, penne, cannelloni, gnocchi, capeletti, fettuccine, spaghetti) e, no cardápio, a explicação do que leva cada um dos dez molhos.

Apesar das indicações de combinação no menu, o cliente é quem manda, podendo criar o arranjo gastronômico que melhor lhe apetecer, como talharim de espinafre all’arrabbiata, fettuccine aos quatro queijos e spaghetti à carbonara. Além das massas, o destaque vai para o filé à parmegiana, um dos mais pedidos. Para fechar o repasto com chave de ouro, a casa oferece um bom tiramisu, mas vale também provar uma sobremesa de outra nacionalidade – a saborosa torta alemã. Mangia che te fa bene!

Cantina Donanna
Diariamente, das 11h à meia noite
Rua Domingos Ferreira, 63, loja B – Copacabana
Tel.: (21) 2548-6702