Galpão desenvolve projeto de reciclagem na Gávea

Criado em 2002, o Galpão das Artes Urbanas Hélio G. Pellegrino, na Gávea, oferece aos visitantes uma viagem rumo à arte e à criatividade. Baseando-se em conceitos como inovação e reaproveitamento, o local, vinculado à Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), com apoio da Secretaria de Cultura, expõe trabalhos feitos a partir de materiais reciclados de artistas renomados nacional e internacionalmente. O projeto, pioneiro no Brasil, visa incentivar artistas e a população em geral a dar uma nova utilização aos resíduos gerados diariamente.

Lá também acontecem oficinas e palestras gratuitas voltadas ao debate em torno da cidadania, com foco na limpeza urbana e em soluções para reduzir o impacto ambiental do lixo. Entre as atividades já desenvolvidas nas oficinas estão a prática de artesanato feito com tampinhas metálicas e potinhos de vidro; rendas de filé e labirinto, tipos tradicionais de bordados; além de produção de tecelagens e cestarias de bambu.

O Galpão, que recebe cerca de 200 visitantes por mês, apresenta em média oito exposições ao longo de um ano, com duração de três meses cada. Fora isso, há ainda o acervo permanente, exposto à visitação. São obras que reutilizam materiais como papelão, isopor, madeira e ferro. Logo na entrada, uma das mais belas obras do espaço dá as boas-vindas ao público: uma parede com 5 m de altura e 10 m de largura exibe o mural “Revoada”, de autoria do patrono do galpão, o arquiteto e designer Hélio Guimarães Pellegrino. O painel foi criado a partir de sucatas e restos de materiais de construção. Seu nome remete ao voo de pássaros que levam a um mundo mais sustentável.

Galpão das Artes Urbanas Hélio G. Pellegrino
Segunda a sexta, das 9h às 17h.
Rua Padre Leonel Franca, s/no – Gávea
Tel: (21) 99002-1981