Rede da Paula Freitas promove jogo de peteca há mais de 40 anos

Nas décadas de 1960 e 1970, a atividade de lançar o artefato de penas coloridas, de origem indígena, para o ar, por meio de golpes desfechados com a mão – que havia se difundido especialmente em Minas Gerais – chegou às areias do Rio. E, claro, ganhou feições próprias. No início, era praticado o jogo de peteca livre, sem rede. Em seguida, surgiu a peteca carioca: uma partida de duplas, com duas redes de quatro metros de comprimento e 70 centímetros de altura (na linha do peito), em quadra de 21 metros de extensão.

Na praia em frente à Rua Paula Freitas, em Copacabana, um grupo se reúne há mais de 40 anos, honrando o estilo arrojado que prioriza uma disputa dinâmica, na qual o corte é mais valorizado. Os jogadores de cada dupla se posicionam um atrás do outro. Toda queda da peteca na areia garante um ponto. A cada dez pontos, inverte-se o lado em que as duplas atuam na quadra – e vence o set quem chegar aos 20.

Ricardo Reis de Aguiar, presidente da Peteca Carioca da Paula Freitas, explica que o artefato com o qual eles jogam é feito especificamente para as condições do Rio. “Nossas petecas são confeccionadas à mão, pois devem ter uma aerodinâmica peculiar, que favoreça o corte e se mostre adequada a enfrentar o vento da praia.”

Segundo ele, a atividade exige vigor físico dos participantes, sobretudo nos dias mais quentes. “No verão, precisamos molhar a quadra para não queimar os pés. E o sol forte também afeta a visibilidade da peteca”, completa o veterano, lembrando que há outros pontos antigos nas praias da Zona Sul onde se pratica a “peteca livre”, sem rede.

Singularidade do Rio, o esporte chama a atenção de estrangeiros e também de crianças e jovens, que são estimulados a participar. Afinal, o grupo procura preservar uma tradição de família. “Esperamos repassá-la às gerações mais novas. Precisamos de duas duplas para que a partida aconteça”, acrescenta. Ricardo conta que um grupo de paulistanos conheceu a rede da Paula Freitas e decidiu importar a peteca nos moldes cariocas para um clube em Pinheiros, na terra da garoa. Tudo, lógico, nos conformes: a quadra deles tem até areia de praia!

Peteca Carioca da Paula Freitas
Sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 14h
Praia de Copacabana, na altura da Rua Paula Freitas