Rodas nos finais de semana preservam o espírito boêmio da Lapa

Famoso por sua tradicional roda de samba e pela arquitetura típica de empórios galegos do início do século XX, o Armazém do Senado tornou-se Patrimônio Cultural do Rio em 2011. Encravado no coração da Lapa, na esquina da Rua Gomes Freire com a Rua do Senado, o botequim é simples, sem comidas rebuscadas e gourmetizadas. Mas o cliente tem a garantia de sair de lá  Feliz da vida se o que estiver buscando for cerveja gelada e boa música.

Com pé direito de 5 metros de altura, prateleiras de madeira e balcão coberto de mármore de Carrara, típicos de mercearias da época de sua inauguração, o estabelecimento resgata a atmosfera do Rio Antigo. Da porção armazém, saem produtos variados, desde feijão e arroz a materiais de limpeza, camisetas e sandálias. Porém, é nas sextas e sábados que a casa oferece a tradicional roda de samba carioca, como a “Marias do Zé”, formada apenas por mulheres. Entre os frequentadores, os bambas Moacyr Luz e Beto Figueiredo, presidente do bloco “Rola Preguiçosa — tarda, mas não falha”, que declara: “todo o pessoal
do samba se reúne aqui. Esse lugar respira a história da boemia do Rio, são 100 anos no mesmo local”.

Para molhar a garganta, cerveja geladíssima, de trincar o copo americano que a acolhe. Já os adeptos da “marvada” têm à disposição uma ampla carta com mais de 50 rótulos de cachaça — destaque para a Weber Haus, envelhecida em barril de
amburana. Como não há cozinha, quem quiser enganar a fome pode pedir porções de salaminho, azeitonas, copa e gorgonzola, entre outros petiscos.

Armazém do Senado
Segunda a sábado, das 8h às 21h
Avenida Gomes Freire, 256 – Centro
Tel: (21) 2509-7201