Caminho na Urca é santuário de contemplação

Ao final do lado esquerdo da Praia Vermelha, um caminho asfaltado marca o início da Pista Claudio Coutinho, nomeada assim em homenagem ao ex-treinador da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo de 1978. Também conhecida por Estrada do Gastão ou Caminho do Bem-Te-Vi, foi aberta à visitação pelo Exército no fim da década de 80. O trajeto, com 1,25 Km de extensão, é exclusivo para pedestres.

O cenário não poderia ser mais paradisíaco: de um lado, o azul profundo do mar; de outro, todos os tons de verdes refletidos pelo Morro da Urca e suas árvores, como o pau-brasil e outras espécies nativas e exóticas. O caminho é perfeito para caminhadas e corridas. Para quem quiser descansar e apenas contemplar a paisagem, há banquinhos feitos de pedra com assento de madeira espalhados ao longo da pista.

Durante a caminhada, é possível avistar a ilha de Cotunduba, localizada entre as praias Vermelha e do Leme, transformando o passeio em um belo espetáculo, embalado pelo som das ondas e o canto dos pássaros — as placas apontam a variedade de espécies presentes no ecossistema da região, que costuma atrair os observadores de aves. Os miquinhos também fazem a festa no local. Para os mais aventureiros, trilhas e escaladas são outras opções de lazer na área. Ao final da pista, encontra-se a entrada para a trilha com destino ao ponto mais alto do Morro da Urca. Seus 900 metros pedem um tempo médio de subida de 40 minutos, plenamente recompensados pela estonteante visão panorâmica da Cidade Maravilhosa.

Pista Claudio Coutinho
Diariamente, das 6h às 18h.
Praça General Tibúrcio, 125 – Urca